Marketing Político: O Que É e Como Montar Uma Estratégia Vencedora

marketing politico

O mundo digital revolucionou a maneira com a qual se faz marketing político. Se, antes, os recursos eram basicamente voltados a outdoors, santinhos, horário político na TV e comícios, hoje, há muitas outras ferramentas disponíveis.

Nessa nova era, as campanhas vão muito além do período de eleições e passam a manter um relacionamento duradouro com a sociedade. Esse, certamente, é um passo importante rumo à nova realidade do marketing político tanto no Brasil, quanto no mundo.

A maneira com a qual políticos e partidos lidam com o público se reinventa, aproximando-os e engajando pessoas e instituições. Se você deseja saber mais sobre esse assunto, chegou ao lugar certo. Ao longo deste texto, vou falar tudo que você precisa saber sobre estratégias de marketing político e mostrarei alguns exemplos de sucesso. Boa leitura!

O que é marketing político?

entenda do que se trata o marketing político

Marketing político é um conjunto de atividades que visam trazer uma percepção positiva e gerar relacionamentos entre eleitores e organizações, pessoas públicas ou projetos.

Ou seja, uma maneira de aproximar o cidadão comum e conquistar o apoio de comunidades em prol de ideias ou agentes.

Naturalmente, ele se intensifica durante as eleições.

No entanto, campanhas recentes nos mostram que a melhor maneira de manter as conexões com os eleitores é fazer isso de forma permanente.

Posicionar-se, responder dúvidas, interagir.

Atividades que outrora eram realizadas pessoalmente, hoje, são cotidianas.

Isso porque a internet modificou os hábitos e costumes do eleitor.

Como consequência, as ações de marketing político precisaram inovar.

O resultado é um novo panorama, no qual temos um cidadão mais consciente e participativo.

Você, provavelmente, lembra quando, antigamente, aguardava os debates entre candidatos na televisão e rádio para conhecê-los e avaliar suas propostas.

Ou quando o horário eleitoral fazia com que a decisão fosse tomada, muitas vezes, por alguns segundos de fala do candidato.

Atualmente, esse relacionamento se inicia muito antes, principalmente por meio de canais digitais.

E-mail marketing, sites e blogs, portais de noticias.

Mas, principalmente, nas redes sociais.

Na Grécia Antiga, as pessoas se reuniam nas praças públicas para debater política.

Hoje em dia, esse local foi transferido para o ambiente digital, onde todos os dias há diálogos e debates de ideias.

Quais são os objetivos do marketing político?

objetivos de campanhas de marketing político

Os objetivos do marketing político são variáveis, mas existem alguns principais.

O primeiro que nos vem à mente é a candidatura a um cargo público.

Prefeitos, vereadores, deputados, senadores e presidentes.

Nessa situação, o foco é a imagem do candidato.

Suas ideias, postura e os relacionamentos construídos são muito importantes para aquisição de votos.

Outra ocasião é a reputação de partidos políticos.

Afinal, são organizações como qualquer outra, e uma percepção positiva auxilia na hora de adquirir seguidores.

Também pensamos em marketing político quando falamos sobre projetos, principalmente os sociais.

Campanhas de vacinação do Ministério da Saúde, projetos como Bolsa Família e FIES, atividades culturais.

No Brasil, popularizou-se muito a utilização do marketing político também para protestos.

Em resumo, o marketing político oferece um vasto leque de oportunidades para alcançar o apoio popular.

Sem se esquecer, é claro, que é preciso se diferenciar dos concorrentes na corrida pela sustentação da opinião popular.

Qual a diferença entre marketing político e marketing eleitoral?

diferenças entre marketing político e eleitoral

Apesar de muitas vezes associados, existem diferenças entre o marketing político e o marketing eleitoral.

De maneira sintética, o primeiro tem a função de estabelecer conexões duradouras.

Já o segundo é a intensificação do marketing político na época das eleições.

Nesse caso, as campanhas são estabelecidas, tendo em vista aumentar as chances de conquistar um cargo público.

Quais as principais estratégias do marketing político?

principais estratégias de marketing usadas no meio político

Desenvolver estratégias de marketing político não é uma tarefa fácil.

Como dito, na era digital, temos uma nova realidade.

As pessoas estão muito mais antenadas no que ocorre com a vida pública.

Por isso, se destacam aqueles que se preocupam com a imagem durante todo o mandato (ou enquanto se preocupa com a vida política).

A seguir, conheça algumas práticas recomendadas para estabelecer uma boa imagem de políticos, organizações e ações.

1. Desenvolver uma marca política

Uma marca não diz respeito somente a logotipos e cores.

Apesar de sua inegável relação com a identidade visual, existe muito mais por trás de uma marca política.

Manter uma boa reputação, principalmente por meio da marca pessoal, se faz essencial nos dias de hoje.

Em resumo, ela trata de tudo que influencia na ótica das pessoas, como elas percebem o objeto, seja ele uma pessoa, um projeto ou uma instituição.

2. Construir uma comunidade

Acredite, o apoio das pessoas é muito importante no marketing político.

Não apenas na hora do voto, mas ao espalhar uma boa imagem com relação ao candidato.

Por isso, a criação de comunidades é um valioso elemento para criar debates e fortalecer as ideias.

As mídias sociais são canais poderosos.

Se você engajá-las por lá, provavelmente, terá um bom índice de compartilhamentos e interações.

3. Investir em conteúdo

O marketing de conteúdo é a estratégia do momento.

Existem diversos formatos, mas no marketing político destacam-se os textos, imagens e vídeos, que facilitam o acesso do eleitorado.

O conteúdo é uma maneira simples de espalhar ideias e mostrar quais são os objetivos da campanha.

Portanto, é um recurso que não deve ser negligenciado.

4. Marcar presença nas redes sociais

As redes sociais são locais de interação.

E é por meio delas que a reputação se espalha.

Uma coisa é certa: quer você queira, quer não, as pessoas falarão sobre você nessas plataformas.

Por isso, é recomendado que você faça parte e gerencie a sua imagem política em tais locais.

Como fazer uma campanha de Marketing Político?

prática da criação de uma campanha de marketing político

Existem muitas dúvidas a respeito de como fazer uma campanha de marketing político.

Sendo assim, confira a seguir alguns passos essenciais para realizar a ação.

Crie sua identidade

A criação de uma identidade visual faz parte de toda e qualquer campanha de marketing.

No ramo político, não é diferente.

Cores, logotipos e, no caso de pessoas, rosto, alcunha e assinatura fazem parte de outras peças de divulgação.

Faça contato com a população

Na esfera política, quanto mais contato, melhor.

Por isso, sempre que possível, interaja com as pessoas, ouça seus problemas e ouça suas propostas.

Marque presença em eventos

Eventos são ótimas oportunidades para mostrar o rosto e divulgar ideias.

Esse é o momento para otimizar o contato pessoal e encontrar um grande número de votantes.

Peça feedback

Saber ouvir é um dos pré-requisitos para o sucesso na vida pública.

Por isso, escute o que seus eleitores têm a dizer e descubra quais são as principais solicitações da comunidade.

Invista no marketing político direto

O marketing direto não perdeu sua força.

Principalmente no meio político, é preciso dizer.

Ainda que o digital seja um excelente complemento, os famosos flyers, outdoors, banners, carros de som e comerciais ainda têm seu espaço.

Utilize as redes sociais

As redes sociais são praças de interação online.

Por isso, utilize-as a seu favor para interagir com o público.

Quais redes sociais podem ser utilizadas?

uso de redes sociais nas campanhas de marketing político

As redes sociais são um fenômeno atual.

Ali é onde as pessoas se reúnem para debater todos os tipos de assunto, inclusive a política.

Assim, aplicá-las em campanhas de marketing político deixa de ser uma opção para ser obrigatório.

A seguir, saiba como cada uma delas pode ajudá-lo nessa empreitada.

Facebook

O Facebook é a rede social com o maior número de usuários inscritos.

É a plataforma mais adequada para interações com o público, já que permite diferentes tipos de interações e reações.

Aqui há também os grupos, onde pessoas com ideais semelhantes se reúnem, um grande achado para debater e divulgar propostas.

Twitter

O Twitter é também conhecido como microblog.

Isso porque seus posts são mais sucintos.

Por outro lado, geralmente têm um alcance maior, já que os usuários acessam a um maior número de posts.

Por conta disso, várias personalidades políticas dão preferência à ferramenta em suas campanhas.

Instagram

Um dos aplicativos mais utilizados no mundo, o Instagram é bastante versátil.

Ele tem como foco o conteúdo em imagem e vídeo, além de apresentar o formato engajador conhecido como Stories.

A grande força dessa plataforma é o tempo que os usuários permanecem conectados.

LinkedIn

Rede social voltada a conexões profissionais, o LinkedIn pode agregar muito com um público qualificado.

Esse é um local para falar sobre negócios, o que está diretamente relacionado às ações governamentais.

Então, aproveite o espaço e interaja com pessoas que terão interesse em suas propostas.

Como fazer marketing político digital?

marketing político digital

O marketing político digital é a tendência a partir da era virtual.

Sem ele, dificilmente, pessoas e organizações conseguem alcançar o povo.

Afinal, é o principal canal de informação utilizado pela maioria das pessoas.

A seguir, saiba como utilizá-lo.

Divulgue suas ações

Existem diversos canais digitais por meio dos quais você pode dialogar com o público.

Alguns dos principais são as redes sociais, blogs, sites, e-mail marketing e links patrocinados.

Enquetes e questionários

Os meios digitais permitem a formulação de pesquisas em um piscar de olhos.

Esse é um ótimo recurso que pode ser aplicado em diversas plataformas.

Ou seja, uma maneira de coletar feedback e de melhorar ainda mais as suas campanhas.

Posicionamento em relação a assuntos populares

A internet é o local onde as notícias se espalham.

Por isso, se posicionar diante de assuntos e tendências é uma ótima ideia para se engajar com o povo e apresentar propostas.

Interação com os usuários

Quando você interage com o público, está construindo uma boa imagem.

Assim sendo, não se esqueça de utilizar os canais digitais para se relacionar.

Slogans e frases de impactos

Slogans e frases são extremamente impactantes.

Esse é um ótimo meio para enviar mensagens em poucas palavras.

Lives

As lives (ou vídeos ao vivo) permitem o contato direto com o público que acessa a internet.

Funcionam como um comício, mas online.

Nele, é possível interagir com o público e responder perguntas.

E-mail marketing e SMS

Ferramentas de cunho pessoal como o e-mail e o SMS são excelentes na hora de enviar mensagens massivas.

Em poucos cliques, você pode alcançar uma grande base de usuários.

Mas lembre-se: não compre listas prontas e utilize o recurso somente mediante a autorização do eleitor.

WhatsApp

Ferramenta semelhante às citadas anteriormente, trata-se do aplicativo de comunicação mais usado no Brasil.

Por meio dele, é possível enviar listas de transmissões com conteúdo personalizado.

Automatize suas campanhas

A grande vantagem do marketing digital é justamente a possibilidade de automatizar campanhas.

Deixe que os robôs façam boa parte do trabalho, enviando mensagens, recolhendo feedbacks e poupando tempo.

Plano de campanha de marketing político digital (Passo a Passo)

passo a passo da criação de uma campanha de marketing político digital

Agora, vamos observar um passo a passo para criar um plano de campanha de marketing político digital.

1. Monte uma equipe qualificada

A sua equipe não precisa ser grande para fazer um bom trabalho.

O ideal, nesse caso, é que ela seja qualificada e capaz.

2. Prepare as ferramentas

Existe uma infinidade de ferramentas disponíveis para utilização no marketing online.

Faça uma seleção e utilize-as com consciência.

3. Elabore um calendário de conteúdo

Um calendário editorial permite que você planeje e programe tudo que irá ao ar em seus canais digitais.

Isso evita problemas e permite que tudo seja automatizado, reduzindo os riscos e otimizando os resultados.

4. Produza os conteúdos

A seguir, é hora de produzir os conteúdos.

Artigos, blog posts, publicações em redes sociais, vídeos e outros tipos de material são bem-vindos.

5. Divulgue o conteúdo

A divulgação do conteúdo pode ser realizada por múltiplos canais.

Explore-os e encontre os preferidos da sua audiência.

6. Crie uma lista de contatos

As listas de contatos auxiliam na hora de enviar mensagens massivas.

Estimule a inscrição das pessoas para aumentar o seu potencial.

7. Engajamento com sua audiência

Não se esqueça de estimular as interações com os eleitores.

Acredite, elas valem muito para manter uma boa imagem.

8. Monitore os resultados

Se há uma forma de melhorar a sua estratégia, é identificando o que não funciona bem.

Por isso, conte com métricas e ferramentas para monitorar os resultados de suas ações de marketing.

3 Exemplos de uso do marketing político

exemplos de políticos como referência de boas campnahas de marketing

Agora, vamos conhecer alguns exemplos reais de utilização do marketing político.

Barack Obama

O ex-presidente americano Barack Obama foi um dos primeiros a utilizar o poder do marketing digital para a eleição.

Sua primeira ação consistiu em criar um Town Hall no Twitter, no qual utilizou a hashtag #AskObama para responder às perguntas da população.

Bernie Sanders

Senador norte-americano, que chegou a se lançar candidato nas eleições presidenciais do país, Bernie Sanders vem conquistando uma legião de seguidores pela internet.

Sem dinheiro ou apoio para grandes campanhas, ele galgou a passos largos para conquistar um bom posicionamento na web, focando sempre na produção de conteúdo.

Donald Trump

O atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, é um exemplo de utilização de Big Data.

Por meio de campanhas de segmentação, conseguiu ser eleito em uma das maiores campanhas digitais de todos os tempos.

Conclusão

Uma boa estratégia de marketing político reúne as principais ações de cada plataforma para lançar uma ideia, programa ou mesmo um candidato.

Neste texto, você conheceu o conceito mais a fundo e também viu os passos para elaborar um plano e alcançar seus objetivos.

Agora, é só colocar em prática o que aprendeu, definindo ações com sabedoria e monitorando os resultados.

Aproveite para compartilhar as suas opiniões e mesmo as experiências que tem na área.

Como você vem fazendo marketing político hoje?